IESB lança novo layout da plataforma EAD

Cresce o uso de dispositivos móveis na educação. Segundo a Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nas Escolas Brasileiras, a TIC Educação 2017, divulgada na semana passada, o número de professores que utilizam o celular em suas atividades cresceu de 39%, em 2015, para 56% no ano passado. Além disso, 54% dos alunos disseram usar o aparelho nos seus estudos.

Para se adequar a essa realidade, os centros de ensino superior devem investir em sistemas que possam ser acessados de qualquer lugar, em qualquer dispositivo, e que funcionem de forma intuitiva. Um conceito importante é o de design responsivo, na qual as páginas da internet se adaptam ao tamanho da tela do seu dispositivo. Dessa forma, o usuário pode acessar o conteúdo, como videoaulas e textos, em qualquer lugar.

“A maioria da população está migrando para os dispositivos móveis”, disse André Imbroisi Marins Borba, professor dos cursos de Publicidade e Propaganda e Design Gráfico do Centro Universitário IESB. “O layout é diferente, tem um formato vertical. Além disso, o peso do site conta muito, as imagens têm que ser leves. O estudante tem que conseguir acessar o conteúdo mesmo com uma conexão fraca”, continua.

Segundo o professor, um dos truques do design responsivo é evitar valores fixos na página. Em vez de uma imagem ocupar 500 pixels, por exemplo, ela é programada para ocupar 50% da tela em qualquer dispositivo. Essas adaptações facilitam o acesso à página em qualquer lugar.

“Se você está indo para a faculdade e passa uma hora dentro do ônibus, esse é um tempo que seria perdido. Porém, com um bom modelo, você consegue estudar e até completar um exercício nesse caminho, mesmo que a conexão esteja muito fraca. O objetivo é baixar o conteúdo necessário rapidamente para o celular”, afirma André.

O design responsivo está por trás da atualização feita pelo IESB em seus cursos de Educação a Distância – EAD. O novo sistema facilita o acesso aos cursos e torna as informações mais atrativas para o estudante, com uma linguagem visual alinhada aos conteúdos mais atuais na web. O formato já está disponível para os cursos de Engenharia Civil, Economia e Pedagogia, e os demais cursos serão incluídos ao longo do ano que vem.

 “Nós partimos do pressuposto que um conteúdo mais atrativo convida o aluno a estudar. Com cada vez mais estudantes usando dispositivos móveis, tínhamos que pensar em um modelo adaptativo e responsivo que pudesse ser agradável nessas plataformas”, disse Renato Dutra, diretor de educação a distância do IESB. “É uma forma de mostrar as informações que facilita o aprendizado, que é convidativa em qualquer lugar”, completa.

Por Re9 Comunicação



Compartilhe: