Plataforma líder mundial em Educação a Distância tem nova versão

No Brasil, Centro Universitário IESB será o primeiro a migrar completamente para o novo sistema

Segundo o Censo EAD de 2018 realizado pela Associação Brasileira de Educação a Distância, o uso de uma tecnologia confiável é um dos fatores que mais refletem a qualidade de um curso a distância. Ao escolher uma instituição, portanto, é importante verificar se ela possui um bom Ambiente de Aprendizagem.

Trata-se de um programa que ajuda professores e estudantes a gerenciar o conteúdo do semestre, receber as atividades avaliativas e promover interações entre os alunos. Uma das maiores plataformas desse tipo é a Blackboard, usada em grandes instituições de ensino pelo mundo e que lançou uma grande atualização para o seu programa: a versão Ultra.

No Brasil, o Centro Universitário IESB será o primeiro a realiza a migração total, ou seja, disponibilizar a nova versão em todos os seus cursos.

“A Ultra é mais simples e intuitiva, além de se adaptar a todos os dispositivos”, conta Renato Dutra, diretor de Educação a Distância do IESB. “Isso aumenta a aderência por parte dos professores, já que facilita o uso. Além disso, os novos estudantes da Instituição conseguem se adaptar mais rápido”, continua.

A versão Ultra já está em uso em universidades conceituadas, como na americana Princeton University e na britânica London School of Economics and Political Science.

Segundo o Censo EAD, houve uma explosão no número de adeptos do Ensino a Distância entre 2016 e 2017, de 561 mil para 1,3 milhão matriculados em cursos regulamentados. Com a atualização da tecnologia trazida pela Blackboard, os estudantes odem acessar o conteúdo de forma mais rápida e de qualquer lugar do mundo, já que o sistema passou a ser guardado na nuvem.

“O IESB foi uma das primeiras instituições no Brasil a utilizar a Blackboard e será a primeira migrar completamente para a nova versão”, afirma Renato. “O estudante se beneficia mesmo se não tiver como acessar a internet de casa, já que temos 116 polos em todo o Brasil equipados com computadores e acesso à rede”, finaliza.

Re9 Comunicação



Compartilhe: