ENADE

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes é uma ferramenta essencial, não apenas para que você, estudante, possa concluir sua graduação, como também para mensurar o nível do aprendizado e a qualidade do Ensino Superior ofertada pelas Instituições de Ensino Superior de todo o Brasil. Conheça mais sobre o exame.

O que é o Enade

Para mensurar e analisar o desempenho dos estudantes de Ensino Superior, desde 2004 o Governo Federal, através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), aplica um exame anual que avalia o rendimento dos estudantes concluintes dos cursos de graduação.

O que é avaliado

O Enade avalia três principais aspectos ao longo do exame:

👩‍🎓 Conteúdo programático previsto nas diretrizes curriculares de cada curso;

📚 Desenvolvimento de competências e habilidades para a formação, tanto geral quanto profissional dos alunos;

🎓 Nível de atuação dos estudantes, em relação à realidade brasileira e mundial.

Como é aplicado

É realizada uma prova escrita, composta por questões objetivas e discursivas. Também é realizado o Questionário do Estudante, uma prova respondida online pelos alunos. Além disso, também é aplicado um “Questionário de Percepção de Prova”.

Por que fazer o Enade

A realização do Enade vai muito além de medir o nível do ensino nas Instituições de Ensino Superior (IES) do país. Uma boa pontuação no exame pode ser decisiva na busca por uma vaga no mercado de trabalho. Aos alunos que realizam o exame, seu desempenho pode também se tornar um diferencial importante para o ingresso em cursos de pós-graduação, mestrado ou mesmo doutorado.

Por ser um componente curricular obrigatório aos cursos de graduação, o Enade também mensura e compara o nível de qualidade do ensino em diversas instituições. E é assim que descobrimos quais são as melhores IES do Brasil.

Quem precisa fazer o Enade

Os estudantes não precisam se preocupar com a inscrição no certame, pois esta é uma atribuição dos coordenadores de curso. No entanto, a participação é obrigatória a todos os estudantes. É importante ressaltar que cada edição do Enade avalia áreas de conhecimento e eixos tecnológicos diferentes, que são repetidos a cada 3 anos.

Isso significa que, apesar de o exame ser realizado todo ano, nem todos os cursos participam de todas as edições.

Avaliação em 2023

Graduações com diploma de Bacharel:

🎓 Arquitetura e Urbanismo;

🎓 Biomedicina;

🎓 Enfermagem;

🎓 Engenharia Civil;

🎓 Engenharia de Computação;

🎓 Engenharia de Produção;

🎓 Engenharia Elétrica;

🎓 Engenharia Química;

🎓 Farmácia;

🎓 Medicina;

🎓 Nutrição; e

🎓 Odontologia.

🎓 Estética e Cosmética; e

🎓 Gestão Hospitalar.

Se, neste ano, você estiver concluindo sua graduação, prepare-se para o Enade.

Dúvidas Frequentes

O Enade é obrigatório?

Sim. O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é considerado componente curricular obrigatório, sendo indispensável para a emissão de histórico escolar e consequente emissão de diploma pela Instituição. Caso o aluno não realize o Enade, este aluno não poderá colar grau e nem ter seu diploma expedido, conforme art. 5°, §5° da Lei nº 10.861/2004.

Existe alguma Lei que trate do Enade?

A Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004 criou o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), prevendo a execução anual do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

Qual o objetivo do Enade?

O Enade foi criado para avaliar o desempenho dos estudantes de Ensino Superior. São três os aspectos avaliados: conteúdo programático, competências e habilidades profissionais e nível de atualização dos estudantes em relação à realidade brasileira e mundial.

O Enade é uma prova?

Na realidade, o Enade possui uma prova escrita, composta por questões objetivas e discursivas e por um questionário de percepção de prova, e por um questionário respondido pelos alunos disponível no site disponibilizado pelo Ministério da Educação (MEC).

Importante: Só o estudante inscrito no Enade tem acesso ao seu local de prova.

Como me inscrever para o Enade?

Você não precisa se inscrever. O seu coordenador de curso fará isso para todos os estudantes do seu curso. De modo geral, são inscritos no Enade todos os estudantes em final de primeiro ano (ingressantes) e de último ano (concluintes) das áreas e cursos a serem avaliados pela edição do Enade, conforme divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). Somente os estudantes concluintes realizarão a prova. Os ingressantes são sempre dispensados da participação no exame.

É obrigatório preencher o Questionário do Estudante?

Sim. Esse questionário é disponibilizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alguns dias antes da data estipulada pelo MEC para a realização da prova.

O Questionário do Estudante, além de impactar na nota do Enade, também é uma ferramenta de consulta individual ao local de prova e impressão do Cartão de Informação do Estudante.

Caso o estudante não preencha o Questionário do Estudante, automaticamente será considerado faltoso ao Exame.

Qual a nota para passar no Enade?

Na realidade, o Enade não possui nota mínima de corte. No entanto, a pontuação individual de cada aluno pode afetar no desempenho da Instituição de Ensino à qual ele é matriculado. Uma pontuação baixa na prova pode implicar em uma avaliação ruim para a sua IES e, consequentemente, depreciar o valor de seu diploma no mercado de trabalho.

O que acontece se eu não fizer o Enade?

Os estudantes concluintes que não realizarem o Enade no ano da avaliação de seu curso serão considerados inaptos a colar grau e expedir seu diploma. Ou seja, quem não fizer o Enade quando for obrigatório, não poderá se formar pela Instituição de Ensino Superior naquele ano.

Cronograma