Alunos de Pedagogia do IESB ensinam crianças da Ceilândia brincando

Quando propôs o projeto de oficinas para a educação infantil e continuada, no primeiro semestre de 2019, a professora Milene Soares já tinha a sensação de que seria uma parceria de sucesso do curso de Pedagogia com a Escola Classe 35, vizinha do Campus CEILÂNDIA. Em pouco mais de 8 meses, o que seria uma ação semestral, tornou-se parte das disciplinas de Fundamentos da Matemática, do 5º semestre, e Conteúdos e Métodos da Matemática, do 6º, seja dos módulos presencial ou a distância (EAD) ofertados pelo Centro Universitário IESB.

"É uma iniciativa que contempla tanto a formação inicial dos [futuros] pedagogos quanto a formação continuada na própria escola", explica Soares. Para ela, a interação ajuda a ressignificar o ensino – tanto para o professor, quanto para o aluno – da Matemática. "Tem gente que não gosta do assunto simplesmente pelo medo comum da disciplina de Matemática em si. Isso vai ajudar a quebrar esse paradigma", salienta.

Uma vez por mês, a estudante do 6º semestre do módulo presencial, Rejanne de Fátima, se junta a outros colegas de curso, divididos em grupos de trabalho a fim de atender a 10 turmas das séries iniciais. Nas oficinas, ministradas em conjunto com os professores da escola, ela ensina matemática brincando com os alunos. "Quando usamos de jogos lúdicos, o aluno demonstra maior interesse sobre o assunto. Esse é o momento de prática para a Escala de Cuisenaire", conta.

A metodologia consiste em explorar o ensino das noções básicas e de operações matemáticas por meio de materiais manipuláveis. Rejanne sempre teve facilidade com o conteúdo de Matemática, e atribui boa parte do que aprendeu, ao método. "Quando pequena eu costumava jogar xadrez. Isso facilitou demais na minha visão da matemática e a professora Milene notou isso, e me convidou para o projeto", lembra.

As oficinas de setembro ocorrem já nesta semana. Nesta segunda-feira (16/9), os alunos do 6º semestre desenvolvem atividades com crianças do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, no período matutino. Serão explorados desafios matemáticos de adição e subtração usando a Escala de Cruisenaire. Já na quinta-feira (19), os estudantes do 5º semestre antendem às crianças da pré-escola com oficinas de literatura infantil e matemática, com desafios e situações problemas.

Por Felipe Caian Dourado



Compartilhe: