Colégio IESB retoma as atividades escolares de forma remota

Alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio aderiram, nesta terça-feira (24), ao formato de vídeoaulas, com quatro encontros virtuais por dia com os professores

“Sabemos que só o conhecimento pode salvar a humanidade.” É com essa frase que a diretora do Colégio IESB, Dila Lira, comemora o resultado do primeiro dia de atividades remotas para alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Com a suspensão das aulas presenciais após a pandemia do coronavírus (Covid-19), o corpo docente da unidade preparou um cronograma virtual para todos os alunos. E os alunos têm tirado de letra toda essa adaptação.

Natália Araújo da Silva, 11 anos, que o diga. Aluna do 6º ano “A”, Natália aprendeu de forma descontraída. “A aula foi divertida, achei muito legal, Os professores ficaram junto com a gente, tivemos revisão das atividades, deram outros conteúdos e ainda pudemos tirar nossas dúvidas. Foi bem legal”, comenta a jovem. O depoimento da Natália é uma resposta positiva a todo o esforço que o IESB tem feito para se adaptar a situação emergencial. Novos conteúdos foram criados, pensados para esse ambiente remoto, sempre com a preocupação de não gerar prejuízo no aprendizado dos alunos. Os professores estão se mobilizando para gravar as videoaulas, que serão o principal canal de comunicação entre professor e aluno até as rotinas voltarem ao normal.

O líder de turma do 9º ano “B”, Lucas Fonteneles Rosalino, 13 anos, também afirmou que as aulas foram interessantes. No entanto, para ele, o mais importante agora é não parar. “Tivemos vídeoaulas e considero fundamental para continuar estudando. A gente, nesse tempo de dificuldade, por conta da quarentena, não pode ficar parado, ver o tempo passar e não agir.
Podemos aprender os conteúdos e, quando voltar, estaremos juntos, acompanhando, a ideia foi boa e tenho certeza que isso trará benefícios para todos os alunos. Nossa turma achou crucial para continuarmos”, comentou o estudante.

Segundo a diretora do Colégio IESB, é importante que os alunos tenham essa experiência para ver como é possível ter o mesmo ensino de antes, agora via plataformas digitais. “ Por meio da plataforma, os professores conversam e explicam os conteúdos de roteiros que já foram passados. O Colégio IESB não para, mesmo com essa calamidade que afetou a todos estamos investindo na educação dos nossos alunos, porque sabemos que somente o conhecimento pode salvar a humanidade”, ponderou Dila, que chama atenção ainda para os informes que estão sendo passados. “Se você é aluno e ficou de fora dessa primeira aula, acesse o comunicado 014 que foi enviado aos pais e aos estudantes”, alertou.



Compartilhe: